Passageira.com.br (2019)

Ao sair da quarentena viaje pelo seu Estado!

Como criadora de conteúdo de viagem fiquei com uma espécie de bloqueio criativo no início da quarentena. O blog mesmo ficou um pouco esquecido. Mas na medida que o tempo passa, vamos nos tornando mais resilientes à situação e entendendo que precisamos neste momento mentalizar coisas boas e aproveitar nosso tempo construindo algo positivo, tanto para nós como para o mundo ao redor. Foi assim que naturalmente os posts no Instagram começaram a vir com reflexões, mas também com dicas para quem está planejando a viagem que fará assim que a pandemia e esse período de isolamento passar.

Aliado a esta ideia, com meu conteúdo quero inspirar as pessoas a tornarem sua próxima viagem uma realidade, mas também ajudar os negócios locais e destinos regionais que vivem do turismo. Afinal de contas quero que o Estado em que moro encare essa retomada da economia fortalecido!

Sendo assim, nada mais justo do que indicar aqui experiências e atrações turísticas gaúchas imperdíveis, que conheço, adoro e recomendo!

Serra Gaúcha:

A região serrana tem muita coisa a ser explorada! Muitas delas já abordei por aqui em outros posts que vou “linkando” aqui pra quem quiser saber mais!

Aproveitando que estamos no mês da Páscoa vou começar pela dica mais doce! A  Serra Gaúcha é ponto obrigatório para os chocólatras! Comece pelo parque Mundo do Chocolate, localizado na charmosa Rua Coberta de Gramado e onde é possível encontrar os mais belos pontos turísticos do mundo construídos em chocolate maciço. São mais de 200 peças em esculturas feitas com chocolate, que juntas somam 30 toneladas! A atração é operada pela marca líder em chocolates finos no Brasil, a Lugano, que em breve vai inaugurar na mesma cidade o Lugano Foundue – um restaurante que promete diversas experiências gastronômicas como carne no molho de chocolate!

Parque Temático Mundo do Chocolate
Parque Temático Mundo do Chocolate

Falando em restaurante, conheça também o restaurante slow food do hotel Wood, a gastronomia contemporânea do Brûlée Bistrô, a galeteria premiada Di Paolo. E o incomparável Olivas de Gramado, com degustação de azeites de oliva e restaurante com menu elaborado com produtos orgânicos produzidos no entorno e que valoriza a alimentação saudável e a sofisticação da culinária tradicional. Neste post você encontra mais 6 opções imperdíveis para uma food trip em Gramado e Canela.

IMG_4743
Olivas de Gramado

Pra quem busca atrações culturais e divertidas pra curtir em família, assista ao famoso espetáculo Korvatunturi ou aproveite esse post com dicas de um roteiro que reúne natureza, gastronomia e cultura em Canela.

E na cidade conhecida como Jardim da Serra Gaúcha, Nova Petrópolis (também conhecida como a cidade da Chocofest durante a Páscoa), a 40 km de Gramado, as opções turísticas também são muitas e a vantagem é que as atrações não são tão concorridas como nas vizinhas Gramado e Canela. Destaque para o Parque Aldeia do Imigrante, Esculturas Pedras do Silêncio, o Labirinto Verde no Centro da cidade e os restaurantes de noite alemã como o Torquês.

Como beleza natural, sem dúvidas o cenário mais bonito é o do Parque do Caracol, em Canela. Pra ver um pouco mais da reserva ecológica, acesse este post.

IMG_3592
No Parque do Caracol, de frente pra Cascata e conferindo as informações no app da cidade de Canela

São Miguel das Missões:

IMG_20181222_144235051_HDR (1)

Na região Noroeste do Estado estão as “Ruínas de São Miguel”, Patrimônio Cultural da Humanidade, na cidade de São Miguel das Missões. O sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo reúne um conjunto de remanescentes desta antiga redução jesuítica, integrante dos chamados Sete Povos das Missões.

A área de 38 hectares, preserva boa parte da construção original dos jesuítas, como a antiga igreja, o campanário e sacristia, as fundações das habitações indígenas, algumas bases das paredes das oficinas, do convento, e outros edifícios, a praça, o horto e um bom acervo de objetos sacros. Conheci o local no início de 2019 e conto um pouco neste post.

Santana do Livramento:

Na Fronteira da Paz, uma das divisas entre Brasil e Uruguai, Santanenses e moradores de Rivera compartilham cultura e tradições. A Região da Campanha é cheia de atrativos que vão além das compras nos free shops! Neste post eu conto um pouco mais das atrações gastronômicas e outros passeios que fiz por lá. E abaixo alguns posts do Instagram durante visitação de um maravilhoso parque de águas termais, o Amsterland, e também no lagar – local de produção de azeites de oliva – Casa Albornoz.

https://www.instagram.com/p/B9gwTxAglan/

https://www.instagram.com/p/B9cCe1zgQ8F/

Aparados da Serra:

O Cânion Itaimbezinho é outra atração natural imperdível do Estado. Localizado no Parque Nacional de Aparados da Serra, região que fica na divisa entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Fiz em 2019 a trilha do Cotovelo, em que se enxerga 70% do cânion. A caminhada é de 3km por dentro do mato. A boa notícia é que tem sombra quase o tempo todo. A notícia ruim é que não há infraestrutura, locais para comprar água ou banheiros no percurso. Mas a paisagem vale qualquer esforço!

https://www.instagram.com/p/B0yoUgDgUTz/

Claro que nosso Estado está cheio de outros pontos turísticos super interessantes e este post será constantemente atualizado. 

Conta pra mim qual destes destinos você já conhece ou então qual deles você gosta mais?

Deixe aí nos comentários sua dica de destino que não citei aqui no post!

Até o próximo post! 😉

Sobre Andressa Griffante

Andressa Griffante é jornalista gaúcha, mora em Porto Alegre e uma viajante apaixonada por arte, história e cultura. Acredita que os lugares e as pessoas tem muito pra nos ensinar, e que nem sempre precisamos ir longe pra aprender com o mundo. Além de editora deste blog, é empreendedora online na agência RSbloggers - com a qual foi considerada uma das 30 pessoas mais influentes do mercado digital de 2016 pelo YouPIX.

Veja Também!

Editora gaúcha busca escritores para livro de contos e crônicas sobre quarentena

Valor arrecadado com a obra será destinado a instituições sem fins lucrativos A editora gaúcha …

2 comentários

  1. Concordo que devemos priorizar o turismo local. Assim, sugiro também a minha cidade (Pelotas), onde além de se deliciar com os famosos doces pelotenses, vale a pena conhecer os antigos casarões da cidade.

    • Adoro Pelotas! Faz anos que não vou pra lá! Minhas fotos da cidade inclusive são antigas. Tenho que voltar pra lá! Boa dica Deusa! Uma cidade com muita história, diversas cachoeiras ao redor, e os doces maravilhosos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *