O pré-Carnaval Banda Mole, de BH, anuncia as primeiras atrações para a edição 2024

Com quase meio século de história e responsável por abrir a folia da cidade oficialmente, o pré-Carnaval Banda Mole acaba de anunciar as primeiras atrações para a edição de 2024: Baianas Ozadas, Funk You e Zé da Guiomar. A festividade, que celebra o seu 49º ano, acontece no dia 03 de fevereiro, sábado, a partir das 13h, com entrada gratuita, na Avenida Afonso Pena, entre as Ruas Bahia e Guajajaras.

A Banda Mole vai levar dois potentes trios elétricos para a Avenida Afonso Pena, além de um palco montado na entrada do Parque Municipal. O produtor Totove Ladeira, filho do Jacaré (presidente e um dos fundadores da Banda Mole), está animado. “Já podemos preparar a fantasia, chamar a família e os amigos, pois vamos curtir momentos de muita diversão e alegria. A equipe de produção está trabalhando muito para garantir um evento bonito e seguro, afinal, BH merece!”, diz.

A produtora de eventos Polly Paixão, da Lá e Cá Produções, que é a empresa responsável pela organização da Banda Mole 2024, destaca que o evento contará com equipe de segurança especializada. “Como todos os anos, vamos ter o importante apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal de BH em pontos estratégicos na avenida, além de brigadistas, posto médico e UTI’s móveis de prontidão para casos de emergência”, conta.

Banheiros químicos serão posicionados estrategicamente para atender todo o público. Haverá também uma área de alimentação com diversos food trucks, além de mesas e cadeiras para que o folião possa curtir a Banda Mole com conforto.

O acesso à Banda Mole é gratuito a todos os públicos. O público poderá entrar no perímetro do evento nas entradas montadas na Rua Guajajaras com Afonso Pena, na Álvares Cabral, na altura a praça Afonso Arinos, e na rua da Bahia com Afonso Pena. Os organizadores da festa recomendam que o folião evite levar objetos que possam causar danos a terceiros.

Preservação ambiental

O produtor Totove Ladeira, filho do Jacaré, que é presidente e um dos fundadores da Banda Mole, destaca que a edição de 2024 será uma forma de chamar a atenção para as questões ambientais. “Estamos emocionados, pois daqui um ano vamos completar meio século. E neste 49º ano, não teremos apenas uma festa, mas também uma oportunidade de conscientização sobre temas importantes, com destaque à sustentabilidade e à preservação da natureza, oferecendo uma experiência festiva que também promove valores essenciais para o nosso futuro”, destaca.

49 anos de festa

A história da Banda Mole começa em 1975, quando o bloco carnavalesco “Leões da Lagoinha” chegou ao fim. Os foliões do bloco extinto se juntaram com os filhos e netos das tradicionais famílias do bairro Lagoinha e fundaram a Banda Mole. Com homens travestidos de mulher e vice-versa, o bloco abrigou por muitos anos o posteriormente viria a ser um evento independente do movimento LGBTQ+.

O ponto forte da Banda Mole sempre foi um estado permanente de liberdade e de valorização da diversidade com muita animação, críticas políticas feitas com muita irreverência, música de primeira qualidade, tudo regado a muita cerveja gelada.

Serviço:
Banda Mole 2024
Data: 03 de fevereiro, sábado
Horário: 13h às 22h
Local: Avenida Afonso Pena, entre as Ruas Bahia e Guajajaras
Entrada: gratuita para todos os públicos
Atrações confirmadas: Funk You, Baianas Ozadas e Zé da Guiomar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Passageira

A Passageira

Andressa Griffante é Jornalista, especialista em Marketing de Conteúdo e Influência, e uma viajante apaixonada por arte, história e cultura. Acredita que os lugares e as pessoas tem muito para nos ensinar, e que nem sempre precisamos ir longe para aprender com o mundo.

Que valoriza a liberdade de viajar sozinha e o aprendizado de se perder de vez em quando. Gosta de planejar cada passo de uma viagem com antecedência, mas às vezes se joga numa trip de última hora. Quer aproveitar a vida ao máximo e compartilhar seus caminhos, afinal, estamos todos aqui de passagem…