2018 surpreendeu turismo do Uruguai

Compartilhe esta página
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Ano passado foi a segunda melhor temporada para o turismo no Uruguai.

Liliam Kechichian, Ministra de Turismo do Uruguai, afirmou que o país “teve sua segunda melhor temporada” em 2018. Ingressaram em solo uruguaio 3.711.948 visitantes, 5,8% menos em relação ao mesmo período de 2017 (a melhor temporada dos últimos anos). Chegaram ao Uruguai 466.673 brasileiros , número 7,5% menor que o mesmo período de 2017, ano recorde com 504.488. “Faz tempo que nossas temporadas têm sido muito boas e o último ano realmente nos surpreendeu diante do delicado cenário latino-americano”, completa Liliam.

Diante dos resultados animadores de 2018, o Ministério de Turismo trabalha ainda com mais força e primor, na estratégia já utilizada no ano passado, com o intuito de aumentar a chegada de turistas ainda nessa temporada, por meio de ações em conjunto com players do setor e operadores privados na criação de mais de 200 produtos turísticos. Além disso, o órgão investe em campanhas publicitárias em países chave como Argentina, Brasil e Chile, e trabalha descontos para os visitantes internos provenientes do interior do país.

Em 2018, o país recebeu em receitas por despesas com serviços de turismo U$S 2.154.770.925, um decréscimo de 7,7% em relação ao mesmo período de 2017, quando U$S 2.334.258.475. A despesa per capita foi de US$ 580,5. Vale destacar o saldo positivo entre as despesas realizadas pelo turista uruguaio no exterior e a contribuição dos visitantes não residentes no vizinho de quase 1.108 milhões de dólares.

A principal renda derivou de acomodações, 31,7% da despesa total, com um faturamento de US$ 683.025.296; em segundo alimentação com US$ 566.752.715, significando 26,3%; e terceiro compras com U$S 305.367.935, 14,2% da despesa total.

Em contrapartida a redução no recebimento de turistas brasileiros está o aumento de outras nacionalidades como os norte-americanos, 2,7% a mais que o mesmo período de 2017,  os europeus com 5,5%, e 13,9% de outras localidades da América. Já entre os uruguaios houve um 38,9% mais visitantes em relação ao mesmo período do ano anterior.

Principais gastos e destinos uruguaios

Montevidéu (foto abaixo) continua a ser o destino preferido dos visitantes que chegam ao Uruguai, com 1.051.593 visitantes e gastos de US$ 607.615.270.  O segundo lugar de preferência está com Punta del Este que recebeu 727.421 visitantes, que deixaram US$ 874.364.035; colocando o luxuoso balneário em primeiro lugar em relação ao pagamento de serviços turísticos.

IMG-20180826-WA0060

Em terceiro lugar ficou o Litoral Térmico, onde foram recebidos 605.547 visitantes em 2018, rentabilizando US$ 162.721.603. O quarto destino mais visitado foi Colônia (foto abaixo), que recebeu 2018 visitas de 288.071 turistas e renda de US$ 72.706.314. Seguido está a Costa de Rocha com 229.870 e ganhos de US$ 135.254.385; logo Piriápolis com 220.264 visitantes e renda de U$S 171.188.488; Costa de Oro com 217.453 visitantes e U$S 91,462,815 faturados.

IMG-20180828-WA0028

* Os números analisados pelo Departamento de Investigação e Estatísticas do Ministério do Turismo, com base em dados fornecidos pela Direção Nacional de Migração do Uruguai, não incluem os visitantes de cruzeiro ou aqueles que entraram na fronteira seca com o Brasil, sem procedimento de imigração.