Chocoland amplia experiência temática e possibilita diversificação de negócios

Antes voltada somente para a hotelaria temática do chocolate, agora a marca de Gramado-RS também entrará em outros segmentos do mercado 

Uma nova marca da Chocoland foi projetada para possibilitar a sua extensão para outros segmentos do mercado. Desta forma, nascem junto com ela as marcas Chocoland Hotels & Resorts, Chocoland Parks e Chocoland Multibrands. O reposicionamento leva em consideração os projetos de expansão nacional e internacional da marca para os próximos anos.

Foto: Zeca Zenner

“Construímos a base para toda a diversificação dos negócios da holding Chocoland. Nosso objetivo é transmitir ao mercado que crescemos e o sonho que estamos dando vida vai além de um hotel. Adequamos o nome para traduzir com mais precisão a ampliação da experiência de hotelaria e entretenimento com a temática do chocolate”, destaca o sócio-diretor do Chocoland, Daniel Rodolfo.

Desde a imersão de estudos realizada em 2019, no complexo Disney, em Orlando (EUA), os empresários Daniela Gallassini e Daniel Rodolfo vinham estudando um modelo de negócio no qual pudessem inovar a experiência de hotelaria, segmento do qual somam uma vivência de mais de 15 anos de atuação nos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Antes disso, em 2012, o casal passou a investir como sócios no segmento de parques temáticos em Gramado – fato que motivou o aprofundamento no universo temático. Nos últimos anos, Daniela e Daniel também participaram duas vezes da maior feira de parques temáticos do mundo, a IAAPA, em Orlando (EUA).

Chocoland Hotel Gramado será primeiro empreendimento da rede

Para dar início aos empreendimentos da marca, o hotel temático da rede passa a se chamar Chocoland Hotel Gramado e tem sua inauguração prevista para o primeiro semestre de 2023. O local escolhido para sediar o empreendimento não poderia ser outro: a capital nacional do chocolate artesanal, Gramado/RS. O hotel está localizado em área nobre e estima um investimento superior a R$ 50 milhões.

Serão 7 mil metros quadrados de área construída, contemplando apartamentos e diversos espaços de experiências e convivência voltados ao entretenimento, gastronomia, saúde, bem-estar e eventos. Em sua primeira etapa, o empreendimento contará com 76 suítes, que terão dois estilos: as temáticas do chocolate e as palacianas, seguindo o conceito arquitetônico do hotel.

História

Em 2020, Gramado recebeu o título de Capital Nacional do Chocolate Artesanal, referendado pelo número expressivo de fábricas de chocolate artesanal existentes na cidade – ao todo já são mais de 20 – reforçando assim a sua vocação neste segmento. A partir dessa referência e de uma conversa com um chocolatier, a ideia de criar um hotel com essa temática começou a ser considerada.

Mas foi quando a mãe de Daniela contou um fato inusitado sobre sua infância que tudo ganhou mais sentido: aos sete anos, a então menina confidenciou à mãe que, quando crescesse iria construir uma casa muito grande, com um teto muito alto como o de um castelo, e que ele seria todo de chocolate. O resgate dessa memória de família foi determinante para que a hotelaria e o chocolate estivessem juntos nesse empreendimento, dando origem ao projeto em Gramado.

Porém, no mês seguinte (março de 2020) teve início a pandemia que paralisou o mundo, colocando pessoas e negócios em uma quarentena que se prolongou por todo o ano, se estendendo também durante 2021. Nestes dois anos o projeto seguiu em construção dentro do ritmo que foi permitido em cada período, o que representou um grande desafio, pois um cronograma com previsão de inauguração já havia sido anunciado.

Mas a mesma pandemia que impôs um ritmo diferente do planejado, trouxe a oportunidade de estudar o mercado com ainda mais critério. Daniela e Daniel viajaram para destinos internacionais – como Estados Unidos e México – e nacionais – como a Bahia – onde aprofundaram sua pesquisa sobre o universo do chocolate associado ao turismo. A partir disso, decidiram manter a temática do chocolate atrelada à hotelaria, mas promoveram uma mudança significativa, colocando a experiência imersiva de entretenimento no centro do negócio.

Tendo o entretenimento temático como norteador da experiência de turismo, não fazia mais sentido a assinatura fazer uma referência direta apenas à hotelaria, pois ela ficou pequena para representar a evolução do negócio e a sua versatilidade. Sendo assim, o nome Chocoland foi escolhido para representar o negócio de forma mais adequada, traduzindo o seu crescimento.

Mais informações no site www.chocoland.com.br e pelo Instagram @chocolandhotelgramado. 

 

Foto: Leonardo Rodrigues/Divulgação

Informações via assessoria de imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Passageira

A Passageira

Andressa Griffante é Jornalista, especialista em Marketing de Conteúdo e Influência, e uma viajante apaixonada por arte, história e cultura. Acredita que os lugares e as pessoas tem muito para nos ensinar, e que nem sempre precisamos ir longe para aprender com o mundo.

Que valoriza a liberdade de viajar sozinha e o aprendizado de se perder de vez em quando. Gosta de planejar cada passo de uma viagem com antecedência, mas às vezes se joga numa trip de última hora. Quer aproveitar a vida ao máximo e compartilhar seus caminhos, afinal, estamos todos aqui de passagem…