Debate aborda a maldade, o pecado e a virtude na sociedade na PUCRS

Denis Rosenfield, Doutor em Filosofia pela Universidade de Paris e Sorbone, colunista da FSP e professor da UFRGS (foto Divulgação / Assessoria de Imprensa)

Na próxima terça-feira, dia 26 de março, a Escola de Humanidades da PUCRS oferece um debate filosófico sobre os conceitos de mal, virtude e pecado. O evento, gratuito e aberto ao público, acontece no prédio 8, sala 305, das 8h30min às 12h. Informações pelo Instagram @humanidadespucrs.

Abordando o tema “A questão do mal, das virtudes e do pecado nas sociedades complexas: uma abordagem filosófica”, o debate contará com a presença de especialistas da área do direito e da filosofia. Dividido em duas mesas redondas, o encontro promete uma análise aprofundada sobre as questões filosóficas que permeiam a maldade.

“Fundamental abrir espaço para reflexão sobre essas questões que afetam diretamente a sociedade. É cada vez mais importante e essencial compreendermos a complexidade desses temas”, afirma Luis Rosenfield, professor da PUCRS e um dos participantes.

Na primeira mesa, presença do professor Draíton de Souza, juntamente com Luis Rosenfield, doutor em Filosofia, e Roberto Pich, professor na PUCRS em Filosofia. E Catarina Rochamonte, jornalista e doutora em filosofia. E Denis Rosenfield, doutor em filosofia pela Universidade de Paris e Sorbone, colunista da FSP e professor da Ufrgs.

Na segunda mesa estarão presentes Pedro Adamy, doutor em Direito pela USP, Bruno François Guimarães, mestre em Direito pela UFRGS, Gabrielle Bezerra Sales Sarlet da Universidade de Augsburg e PUC, além de Eduardo Kronbauer, doutorando em Direito pela Universidade de Freiburg.

A questão do mal, das virtudes e do pecado nas sociedades

Os conceitos de virtude, de pecado e do mal sempre permearam o debate público. A questão da maldade, em particular, é uma das mais complexas e de difícil definição. Com isso, o evento na Escola de Humanidades da PUCRS convidou especialistas da área do direito e da filosofia para discutir, de maneira interdisciplinar, sobre os diferentes modos de abordar o tema do mal, da virtude e do pecado nas sociedades contemporâneas.

Recentemente, tem-se falado de um “imposto do pecado”, o chamado novo imposto seletivo da reforma tributária. Um caso corriqueiro como esse revela que o próprio Estado brasileiro acaba determinando o que é um “pecado” ou uma “virtude” para seus cidadãos. Qual o significado desse processo de tutela do Estado sobre os indivíduos?

Questões como a preservação das liberdades individuais também devem ser discutidas no encontro. Cabe ao Estado sobretaxar as bebidas alcoólicas ou açucaradas, ou apenas informar com campanhas sobre eventuais problemas de saúde decorrentes do excesso de seu consumo? Como funciona tal questão quando se fala de inovações tecnológicas menos danosas para a saúde humana, como no caso dos vapes (cigarros eletrônicos)? Da mesma maneira, a questão do que é considerado pecado e virtude. Envolvendo uma série de temas atuais relevantes, como a questão ambiental e a política de descarbonização.

Serviço:

Atividade gratuita na PUCRS – Escola de Humanidades Debate – A questão do mal, das virtudes e do pecado nas sociedades complexas: uma abordagem filosófica.

Terça-feira, dia 26 de março de 2024. Prédio 8, sala 305.
Duas mesas filosóficas. Das 08h30 às 10h. E das 10h30 às 12h.
Inscrições e informações pelo Instagram @humanidadespucrs.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Passageira

A Passageira

Andressa Griffante é Jornalista, especialista em Marketing de Conteúdo e Influência, e uma viajante apaixonada por arte, história e cultura. Acredita que os lugares e as pessoas tem muito para nos ensinar, e que nem sempre precisamos ir longe para aprender com o mundo.

Que valoriza a liberdade de viajar sozinha e o aprendizado de se perder de vez em quando. Gosta de planejar cada passo de uma viagem com antecedência, mas às vezes se joga numa trip de última hora. Quer aproveitar a vida ao máximo e compartilhar seus caminhos, afinal, estamos todos aqui de passagem…