Jerome, novo club voltado à qualidade musical na noite paulistana

Compartilhe esta página
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Recuperar a cultura dos pequenos clubes, que nas décadas de 1980 e 1990, eram essencialmente frequentados por amigos e que primavam, sobretudo, pela música eletrônica de qualidade. Essa é a proposta do Jerome, a nova casa noturna de Cacá Ribeiro, um dos grandes nomes da noite e da produção de eventos no Brasil, e de Rodrigo Mussolino, sócio-fundador da Gestora de Recursos Moka. O clube abriu as portas esta semana em São Paulo.

“O Jerome será conhecido, entre outras coisas, por ter uma excelente curadoria musical. A música eletrônica não óbvia será o nosso grande diferencial”, crava Rodrigo Mussolino. Localizado no número 398 da Rua Mato Grosso, no tradicional bairro de Higienópolis, o club tem projeto cênico assinado pelo multiartista Felipe Morozini, que preside a Associação Parque Minhocão.

unnamed-1

Com capacidade para acomodar confortavelmente 250 pessoas, o espaço funcionará, inicialmente às quartas-feiras, quintas-feiras, sextas-feiras e aos sábados, abrindo as portas sempre às 22h. “A programação será pautada em diversas vertentes da música eletrônica, da house music ao dubstep, com algumas residências fixas”, completa Cacá. Na carta de drinks, ainda em elaboração, o bar oferecerá alguns clássicos, como o Negroni e o Bellini.

“O Jerome é um cara jovem, que gosta de curtir a noite, e tem a cabeça aberta. Ele já viajou bastante, é inteligente e charmoso, mas está longe de ser pretensioso”, explica Cacá Ribeiro sobre o personagem que dá nome ao club. “Teremos uma parede com diversas referências aos gostos dele, como uma memorabilia”, finaliza.

Informações via assessoria de imprensa
Foto: Gabriel Quintão