Movimento pede mais respeito e menos cancelamentos nas redes sociais

Compartilhe esta página
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

Queridos leitores viajantes! Vocês também concordam que precisamos de mais diálogo e menos cancelamentos nas redes sociais?

Pois foi acreditando nessa premissa que um grupo de 27 professores, pesquisadores, profissionais e consultores da área da Comunicação, com atuação em vários estados brasileiros, lançou o Movimento #RespeitoNasRedes – por mais diálogo e menos cancelamentos.

A iniciativa – que conta com o apoio desta Passageira que vos fala, Andressa Griffante – propõe uma reflexão sobre o momento que vivemos, a cultura do cancelamento e suas consequências, e teve inicio com um manifesto redigido de forma colaborativa e disponível no site oficial movimentorespeitonasredes.com.

 

 

O Movimento alerta para o papel da sociedade, empresas, organizações, influenciadores, imprensa e instituições de ensino para o incentivo ao uso responsável das redes e promoção de uma cultura voltada ao diálogo.

O grupo se uniu a partir da percepção de excessos cometidos em algumas situações, levando a uma emoção coletiva nas redes, que muitas vezes resulta na destruição de reputações. O documento pondera que, “marcas, empresas, organizações e pessoas são julgadas, condenadas e executadas pelo tribunal das redes sociais da internet”. E conclui que na cultura do cancelamento – exclusão sumária de quem, aos olhos e julgamento das redes, cometeu erros – passaremos a ver cada vez mais vozes sendo caladas pelo medo de perder trabalho, espaço ou sofrer ataques mais graves, que ultrapassam a barreira do digital e passam a ser um inimigo real, também fora da internet. 

O Movimento #Respeitonasredes – por mais diálogo e menos cancelamentos também está presente nos meios digitais (abaixo) e convida todos a compartilharem a mensagem e apoiarem a iniciativa.