Encante-se com o Museo Nacional de Bellas Artes em Buenos Aires

Compartilhe esta página
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

O Museo Nacional de Bellas Artes, em Recoleta, e o Museo de Arte Moderno de Buenos Aires, em San Telmo, são alguns dos vários espaços artísticos para se conhecer na capital argentina

Pra quem gosta de artes, como eu, visitar museus durante uma viagem é tarefa obrigatória. Embora nem sempre dê tempo de conhecer todos os espaços culturais de uma cidade, tento ir ao menos em um ou dois locais para conhecer um pouco mais da cultura e história daquele destino.

Este post é para indicar um dos museus mais bacanas de Buenos Aires. Com entrada franca e em um dos bairros mais charmosos da capital argentina, Recoleta, o Museo Nacional de Bellas Artes encanta pelo seu acervo. Obras de Picasso, Modigliani, Toulouse, Van Gogh, Monet, Manet e outros nomes consagrados fazem parte da coleção do museu.

Museo Bellas Artes BUE_03
Museu de Belas Artes de Buenos Aires. Fachada. Foto: Andressa Griffante

O passeio é como uma viagem pela história da arte. Em suas galerias, o publico confere pinturas, esculturas, arte sacra, instalações. Além do acervo permanente, uma das salas é reservada à exposições temporárias. Quando estive lá, em janeiro deste ano, a mostra “Buenos Aires-París-Buenos Aires. Antológica”, de Roberto Plate, era exibida nesta sala. Uma incursão por suas obras mais emblemáticas da década de 60.

Museo Bellas Artes BUE_01
Exposição temporária de Roberto Plate no Museu de Belas Artes de Buenos Aires. Foto: Andressa Griffante

A cidade portenha, no entanto, é recheada de opções culturais. Um passeio pela Feira de San Telmo, nos domingos, já é um maravilhoso passeio pela cultura e arte “hecho a mano”. As apresentações musicais pela calle Defensa por si só já valem a caminhada pela feirinha. Uma dica é percorrer a Defensa até a Av. San Juan, e lá entrar no Museu de Arte Moderna de Buenos Aires. Para os mais descolados, outra boa pedida são os walking tours em San Telmo e Palermo, que mostram as diferentes manifestações artísticas, como os grafites, espalhadas por estes dois bairros da cidade.