Noite dos Museus: confira programação completa da sétima edição

Crédito das fotos: For Real Company

No próximo sábado, 20 de maio, a Noite dos Museus volta a abrir diferentes instituições culturais de Porto Alegre para visitação gratuita e em horário diferenciado, das 19h à meia-noite. Será possível conferir o acervo e as exposições de 16 espaços participantes, além de uma série de shows, performances e atividades que unem artes visuaismúsicadançateatrocinema e literatura, realizadas no interior dos museus e em dois palcos no centro da capital, montados na Praça da Alfândega e na Av. Sepúlveda.

Entre os locais que participam da sétima edição do projeto, há três novidades: o Theatro São Pedro, o Centro Cultural da UFRGS e a Fundação Ecarta. Também estarão abertos outros 13 locais que já fizeram parte de edições anteriores do evento: o Centro Histórico-Cultural Santa Casa, a Cinemateca Capitólio, o Espaço Força e Luz, a Galeria de Arte do DMAE, o Goethe-Institut, o Museu da Brigada Militar, o Museu da UFRGS, o Museu de Arte do Paço de Porto Alegre, o Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo, o Museu Militar do Comando Militar do Sul, o Palácio Piratini, a Pinacoteca Ruben Berta e o Planetário da UFRGS.


Além das exposições em cartaz nos museus, o público poderá conferir a inauguração de uma fotogaleria em homenagem a Porto Alegre, que ficará permanentemente nos Jardins do DMAE. A exposição, concebida coletivamente através de um edital público lançado pelo Noite dos Museus, conta com 30 trabalhos de fotógrafos locais que registraram as pessoas e as paisagens urbanas da capital.

Para facilitar o acesso do público, que muitas vezes aguarda por um longo período nas filas sem a garantia de que entrará nas instituições culturais, a organização do evento realizará agendamentos prévios de visitação.

Haverá opções de visitas livres e também de visitas guiadas com interpretação de Libras. Para agendar um horário, basta fazer a inscrição, sem custo, a partir das 18h desta quarta-feira, dia 17 de maio, pela plataforma Sympla (exceto para acessar o Palácio Piratini, que possui seu próprio controle sistema de ingresso).

O evento terá reforços na segurança. Além da presença dos efetivos da Brigada Militar e da Guarda Municipal, haverá equipes privadas em todos os 16 espaços participantes e também no entorno dos palcos no centro da cidade. Para garantir a limpeza dos locais, há empresas especializadas contratadas e a participação de agentes do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU).

A PROGRAMAÇÃO
Nas ruas da cidade e dentro dos espaços dos museus, o público encontrará artistas já consagrados da cena cultural da capital e nomes que estão despontando, atrações vindas de outras cidades do Rio Grande do Sul, sessões de cinematrechos de espetáculos teatrais e de dançaroda de slamparcerias inéditas entre músicos e shows dos mais variados estilos musicais, passando pelo jazz, o blues, a música nativista e o rock’n’roll. Haverá ainda programações infantis e um show surpresa de uma atração internacionalConfira abaixo todas as atrações.

Dança
A dança ganha ainda mais espaço nesta edição do Noite dos Museus com apresentações de trechos de quatro espetáculos. No Espaço Força e Luz, La Negra Ana Medeiros interpretará Elevación, montagem de flamenco em homenagem ao poema homônimo de Charles Baudelaire. Na Cinemateca Capitólio, a performance Novos Velhos Corpos 50+ unirá dança, vídeo e música para tratar temas como idade, longevidade e vulnerabilidade com a atuação dos bailarinos e coreógrafos Eva SchulEduardo SeverinoMônica DantasRobson DuarteRossana Scorza e Suzi Weber. No Centro Cultural da UFRGS, o trabalho Isso não é um grupo, com Emily BorghettiRafa CostaPaola Kirst e Pedro Borghetti, convidará os espectadores a entrar num universo onírico que brinca com o uso das tecnologias audiovisuais. E no Goethe-Institut, o público poderá conferir Autoimagem, com Geórgia Macedo Viviane Lencina.

Teatro
Entre as performances cênicas, o público também poderá conferir um trecho de Instinto, do Coletivo Projeto Gompa, na Cinemateca. Vencedor do prêmio norueguês Ibsen Scope, a peça está estreando na capital neste mês, com os atores Alexsander VidaletiFabiane SeveroLiane Venturella e Nelson Diniz atuando como macacos enjaulados. No Museu de Arte do Paço de Porto Alegre, haverá ainda a atuação de Jac Babalu trazendo danças e técnicas circenses com seus malabares de fogo para fazer um ritual de celebração, empoderamento e agradecimento.

Cinema
Pela primeira vez, o Fantaspoa e o Cine Esquema Novo se unem para oferecer uma programação conjunta. A convite do Noite dos Museus, os dois festivais de cinema mais destacados de Porto Alegre apresentarão uma série de curtas-metragens pensados especialmente para a grande noite. Serão três sessões na Cinemateca Capitólio e uma no Goethe-Institut.

Literatura
O Centro Cultural da UFRGS receberá uma performance do Poetas Vivos, iniciativa cultural de jovens pretos e periféricos que fomenta a arte e a educação antirracista. O grupo levará para dentro do espaço universitário uma roda de slam e freestyle, abordando temas como o racismo e a desigualdade econômica, social e ambiental.

Infantil
O evento trará uma programação especial para as crianças. No Centro Histórico-Cultural Santa Casa, as famílias poderão assistir a um pocket show da Orquestra de Brinquedos e a um trecho do espetáculo Bichológico, criado a partir do  livro homônimo da escritora Paula Taitelbaum, com direção de Dilmar Messias e encenação da atriz e artista circense Débora Rodrigues. Na Pinacoteca Ruben Berta, haverá a montagem Flamenco Imaginário, da Cia Del Puerto, livremente inspirada na dramaturgia de O Corcunda de Notre Dame, de Victor Hugo; e no Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo a produção Amazônia – um olhar sobre a floresta, que reúne dança, teatro e formas animadas para contar a história de animais que perdem seus ambientes naturais em função da destruição da natureza.

Espetáculos com audiodescrição
Uma das novidades da programação este ano é que três espetáculos poderão ser conferidos com audiodescrição durante o evento: a montagem teatral Instinto e os infantis Flamenco Imaginário e Amazônia – um olhar sobre a floresta.

Música
A música volta a ter grande destaque no evento com dezenas de apresentações nas ruas e nas áreas internas e externas dos museus. Neste ano, pela primeira vez, haverá um show surpresa na Praça da Alfândega. Às 22h45, uma atração internacional subirá ao palco para animar o público.

Nos Jardins do DMAE, haverá um festival de jazz com importantes formações da cidade: Quarto SensorialRas Vicente TrioCleômenes Júnior e Kula Jazz. Outros grandes nomes da música instrumental também participam do evento. Em apresentações em diferentes pontos da cidade, será possível conferir o trabalho de Antonio Flores Quarteto, do Quartchêto, da big band de médicos First Aid Medical Band, da Trabalhos Espaciais Manuais, do InDuo, formado por Luizinho Santos e Bethy Krieger; além dos grupos Ọ̀ṣẹ́ẹ̀túrá African’JazzSexteto GaúchoCristian Sperandir Quinteto; o trio Laitano, Narcizo e Petracco, o duo Pão de Queijo com Chimarrão formado por Veco Marques e Diego Dias; o Duo Los Pampas, que surgiu da união de Douglas Araujo e Beto Chedid; o trio Brazilian Stuff; a performance de Zelito Ramos + Neuro Junior + Pedro Borghetti e o show Povo Bantu, que mistura ritmos ancestrais africanos com música brasileira e jazz .

O Museu da Brigada Militar contará com os principais nomes da música nativistaMauro MoraesFofa Nobre, a jovem artista Maria Alice e o grupo Cambará Slide Songs. Já o Planetário receberá um festival de blues e rock’n’roll, com apresentações de Fabiano NasiFantomaticosSolon Fishbone e Wolftrucker. Em outros locais, haverá shows de novos e já conhecidos nomes do rock e do blues, como SupervãoFlor EtHard Blues TrioEl NegroSombrero LuminosoNenung & Cia MágicaIzmáliaLaura FinocchiaroBlues da Casa TortaHit The Noise e Cardamomo.

participação feminina será grande nesta edição. Instrumentistas jovens e já consolidadas, assim como diferentes cantautoras, fazem parte do line-up. Nos diversos espaços do Noite dos Museus, o público encontrará JalileIanaê RégiaNegra JaqueClarissa Ferreira & Quarteto de CordasFernanda Copatti e Pâmela Amaro, além de grupos formados exclusivamente por mulheres, como Thayan Martins Quinteto, o grupo de tambor feminino formado em oficina da Fundação Ecarta e a banda Inquilinas, que tem as vozes e os instrumentos de Thays PradoViridianaPaola Kirst e Mel Souza.

O Noite dos Museus também promoverá encontros inéditos em seus palcos. As pianistas Dunia Elias e Mari Kerber tocarão juntas no Centro Histórico-Cultural Santa Casa, enquanto os violonistas Mathias 7 Cordas e Marcello Caminha se encontrarão na Pinacoteca Ruben Berta. Além das atrações de Porto Alegre, nomes de outras cidade do Estado também estarão presentes, como o músico Juliano Guerra, de Canguçu; o quarteto Choros de Balcão criado há uma década, em Caxias do Sul, pelo flautista Daniel Balconi; e de Gabro Demais, de Santa Maria, cantor e compositor de música pop, rock, indie e eletrônica.

A programação ainda terá música de diversos outros estilos, como o bloco carnavalesco Avisem a Shana que Sábado vai Chover, abrindo oficialmente o palco da Praça da Alfândega, e a fanfarra Colmeia, que levará seus trompetes em clima festivo para o Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo. Completam o line-up a banda de câmara Tum Toin Foin, que usa rigor erudito com pegada roqueira e improvisos jazzistas em suas composições; o grupo de fado Alma Lusitana; os trabalhos autorais de Dudu SperbSérgio Rojas e Marcelo Delacroix, a música eletrônica e dançante do paranaense Anderson Sávio Ferreira com o projeto Loops On; o Coral do DMAE; o projeto solo Valentin, do músico Érico Junqueira; o som da banda recreio, a música de câmara do Lux Sonora, o projeto com sonoridades indígenas de Oderiê Chayuá e a performance instrumental de Jeferson Miranda, Jean Lopes e Mauro Marque.

O Noite dos Museus é uma realização do Ministério da Cultura e da Rompecabezas, com patrocínio de Rede Itaú, Sulgás, CMPC, Empresas Randon e Racon, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, apoio de Master Hotéis e financiamento via Lei de Incentivo à Cultura, do Governo Federal.

SERVIÇO
Noite dos Museus 2023
Dia 20 de maio, sábado, das 19h à meia-noite
Gratuito
Acesso aos museus mediante agendamento antecipado, sem custo, pelo Sympla a partir das 18h desta quarta-feira, dia 17 de maio (exceto para acessar o Palácio Piratini, que possui seu próprio controle sistema de ingresso)

PROGRAMAÇÃO

Centro Cultural da UFRGS (Rua Eng. Luiz Englert, 333 – Farroupilha)
19h – Visita guiada
19h15 – Poetas Vivos (performance de literatura)
20h15 – Juliano Guerra (música popular)
21h15 – Dudu Sperb (música popular)
22h – Zelito Ramos + Neuro Júnior + Pedro Borghetti (instrumental)
22h45 – Isso Não É um Grupo (performance de música e dança)

Exposições
PALAVRAR, de Elida Tessler
Com curadoria de Eduardo Veras e Gabriela Mota, a exposição consiste em 581 pratos de porcelana espalhados pelas paredes dos três andares do Centro Cultural. Cada um traz uma palavra impressa, sempre verbos no infinitivo, pinçados do livro A arte no horizonte do provável, de Haroldo de Campos. Inclui ainda a obra A Conversação, exposta ao lado do elevador, no térreo.

DAD – 65 Anos
A exposição de fotos celebra a trajetória do Departamento de Arte Dramática (DAD) da UFRGS através de imagens de espetáculos que marcaram a história da instituição. A mostra tem coordenação executiva de Reissoli Moreira e curadoria de Juliana Wolkmer.

Grafite de Giz
O projeto, com curadoria de Laura Castilhos, desafia os artistas convidados a criarem um painel no Espaço Umbu, no andar térreo do Centro Cultural, tendo como ferramenta o giz. Em sua primeira edição de 2023, o projeto recebeu a artista Lara Fuke, que criou a obra SOLTE TODO SOL TODA SORTE, em diálogo com a exposição Múltiplo Leminski, que esteve em cartaz no espaço cultural da universidade.

Ulysses100 pelos olhos brasileiros
Selecionada em concurso promovido pela Embaixada da Irlanda no Brasil e pelo Consulado-Geral da Irlanda em São Paulo, a estudante Brenda Klein, do curso de Artes Visuais, criou uma pintura mural de 12 metros quadrados em uma das paredes do Espaço Cinamomo, no terceiro andar do Centro Cultural da UFRGS. A obra integra as comemorações do centenário da aclamada obra de James Joyce em 2022.

Centro Histórico-Cultural Santa Casa – CHC (Av. Independência, 75 – Centro Histórico)
19h – Visita guiada
19h15 – Bichológico (teatro infantil)
19h45 – Orquestra de Brinquedos (música infantil)
20h30 – First Aid Medical Band (instrumental)
21h – Pão de Queijo & Chimarrão (instrumental)
21h30 – Marcelo Delacroix (música popular)
22h – ​​Mari Kerber + Dunia Elias (instrumental)
22h30 – Tum Toin Foin (instrumental)

Exposições
Fragmentos de uma história de todos nós
Com curadoria de Ceres Storchi, a exposição apresenta, além da trajetória da Santa Casa, aspectos sócio-históricos da formação da cidade de Porto Alegre, constituição do campo científico e formação das diversas profissões da área da saúde, práticas curativas e hospitalares. O percurso propõe reflexões sobre as diferentes formas de assistência prestada pela instituição, seja no âmbito da saúde, religiosidade ou infância desvalida.

Cinemateca Capitólio (Rua Demétrio Ribeiro, 1085 – Centro Histórico) 
19h – Visita guiada
19h30 – Brazilian Stuff (instrumental)
20h15 – Sessão Cine Esquema Novo (cinema)
21h – Gabro Demais (pop)
21h45 – Sessão Fantaspoa (cinema)
22h30 – Novos Velhos Corpos 50+ (performance de dança)
23h15 – Instinto (performance teatral) – com audiodescrição
0h – Sessão Cine Esquema Novo + Fantaspoa (cinema)

Visitação
Acervo que reúne obras e documentos diversos relacionados ao cinema gaúcho, nacional e internacional.

Espaço Força e Luz (Rua dos Andradas, 1223 – Centro Histórico) 
19h – Visita guiada
19h30 – Jalile (pop urbano)
20h15 – Elevación (performance dança)
21h – Supervão (pop)
21h45 – Fernanda Copatti (música popular)

Exposições
Elogio ao Ilegível
Com curadoria de Anelise Valls, a primeira exposição individual da artista Giovana Gobbi traz um conjunto de 16 pinturas e 43 desenhos da artista. Experimentando com figuras cotidianas e banais, Gobbi apresenta, em superfícies de grandes dimensões, elementos minúsculos que não se encontram organizados de cima para baixo, nem da esquerda para a direita, deixando para o público a responsabilidade de traçar narrativas.

Fantasias em estado de emergência
A exposição, com curadoria de Daniele Alana, apresenta um recorte temporal das obras do artista Librae, apropriando-se de figuras conhecidas e nostálgicas do imaginário para aproximar-se do grande público. No seu processo criativo, o artista adiciona às manualidades procedimentos digitais, criando um mundo de texturas, cores e novos significados e apropriando-se das subculturas online, pop e queer.

Caminhos da Energia
Através da seleção de objetos e documentos históricos pertencentes ao acervo do MERGS e do Espaço Força e Luz, a mostra apresenta de maneira didática o processo de geração, transmissão e distribuição da energia elétrica.

Fundação Ecarta (Av. João Pessoa, 943 – Farroupilha) 
21h – Jeferson Miranda, Jean Lopes e Mauro Marques, com a participação de alunos (performance instrumental)
21h15 – Feminino e o Tambor (performance instrumental)
21h30 – Lux Sonora (erudito)

Exposições
Pisando em Ovos
Exposição com instalações e cerâmicas das artistas Ana Flores e Simone Barros, com curadoria de Ana Zavadil.
Abuso!
Mostra de pinturas da artista Michele Martines.

Galeria de Arte do Dmae (Rua 24 de Outubro, 200 – Moinhos de Vento)
19h – Visita guiada
19h15 – Coral do DMAE (música popular)
19h45 – Quarto Sensorial (instrumental)
20h30 – Ras Vicente Trio (instrumental)
21h15 – Cleômenes Júnior (instrumental)
22h – Kula Jazz (instrumental)

Exposição
Novos Ventos nos Movem
O conceito da exposição remete a mudança de sede da entidade e simboliza uma nova fase da Associação que, em parceria com o DMAE Moinhos de Vento, passa a ocupar um novo endereço, dividindo com a Galeria do Centro Histórico-Cultural Antônio Klinger Filho.

Mostra de fotografia Noite dos Museus 2023
A exposição, concebida coletivamente através de um edital público lançado pelo Noite dos Museus, selecionou 30 trabalhos de fotógrafos locais que registraram as pessoas e as paisagens urbanas da capital gaúcha. Ficará em cartaz permanentemente nos Jardins do DMAE.

Goethe-Institut (Rua 24 de Outubro, 112 – Independência)
19h – Visita guiada
19h15 – Autoimagem (performance de dança)
29h45 – Lux Sonora (erudito)
20h30 – Sessão Cine Esquema Novo + Fantaspoa (cinema)
21h15 – Duo Los Pampas (erudito)

Exposição
Do sul ao norte global: fluxos criativos de corpas dissidentes
Com curadoria de Izis Abreu e Mitti Mendonça, apresenta obras de artistas contemporâneas integrantes do Coletivo Nacional Trovoa. Contando com trabalhos produzidos no Brasil e na Alemanha, a exposição traz a público uma iniciativa de sentido coletivo e social que debate a representatividade de artistas racializadas como negras e indígenas nos sistemas das artes.  Além da galeria, o projeto ocupa também o muro do Goethe-Institut com uma pintura de Pâmela Zorn criada especialmente para o espaço, que vem sendo trabalhado artisticamente desde 2018.

Museu da Brigada Militar do Rio Grande do Sul (Rua dos Andradas, 498 – Centro Histórico)
19h – Visita guiada
19h30 – Maria Alice (regional)
20h15 – Cristian Sperandir Quinteto (instrumental)
21h – Mauro Moraes (regional/trio)
21h45 – Fofa Nobre (regional)
22h30 – Cambará Slide Songs (blues/regional)

Exposição
O trabalho perfeito é servir
A exposição procura mostrar as transformações pelas quais a corporação passou, desde sua criação, durante a Guerra dos Farrapos, até os dias atuais, dando ênfase às diferentes atividades por ela desenvolvidas, à sua atuação marcante em movimentos significativos no cenário nacional e à importante tarefa na manutenção da ordem pública e segurança da comunidade sul-rio-grandense.

Museu da UFRGS (Av. Osvaldo Aranha, 277 – Bom Fim) 
19h – Visita guiada
19h15 – Clarissa Ferreira e Quarteto de Cordas (regional)
20h – Thayan Martins Quinteto (instrumental)
20h45 – Valentin (música popular/rock)
21h30 – Antonio Flores Quarteto (instrumental)
22h15 – recreio (pop rock)
23h – Quartchêto (instrumental)

Exposição
Esta coisa que pulsa
Com curadoria de Barbara Neubarth, Blanca Brites, Mário Eugênio Saretta, Tatiane Patrícia da Silva e Vanessa Aquino, a exposição busca oferecer um espaço de diálogo sobre a produção artística da Oficina de Criatividade, espaço que atua há mais de 30 anos no Hospital Psiquiátrico São Pedro. Ainda convida a problematizar questões sobre arte, liberdade, loucura e convida a todos para refletirmos sobre vidas singulares.

Museu de Arte do Paço de Porto Alegre (Praça Montevideo, 10 – Centro Histórico)
19h – Visita guiada
19h30 – Jac Babalu (performance circense)
20h15 – Oderiê ​​Chayúa (performance musical)

Exposições
A Pinacoteca Aldo Locatelli – Coordenadas variáveis
Integram a mostra, com curadoria de José Francisco Alves, paisagens de lugares distantes na Europa, em países vizinhos como o Uruguai, e em outros Estados, como o Rio de Janeiro. A maioria retrata lugares reconhecíveis ou mesmo imprecisos do Rio Grande do Sul, em especial os cenários paradigmáticos de Porto Alegre, como a Ponte de Pedra e o Lago Guaíba.

…sob forma de oração
Com curadoria de Maria Amélia Bulhões, a exposição reúne o trabalho da artista Vera Wildner (1936-2017) aos trabalhos de sua filha, Karin W. Paiva, e de seu sobrinho, André Santos, que, além de laços familiares, trazem em comum uma intenção consciente de lidar com os mistérios da vida humana.

Museu de Porto Alegre Joaquim Felizardo (Rua João Alfredo, 582 – Cidade Baixa)
19h – Visita guiada
19h15 – Colmeia (bloco)
20h – Povo Bantu (música popular)
20h45 – Ọ̀ṣẹ́ẹ̀túrá Africa’njazz (instrumental)
21h30 – Amazônia – Um Olhar sobre a Floresta (teatro infantil) – com audiodescrição

Exposições
O Solar que virou Museu – memórias e histórias
Exposição em que são exploradas as transformações sofridas pela edificação e trajetória dos indivíduos que a ela se relacionaram.

Patrimônio Imaterial: as lendas urbanas de Porto Alegre
Com curadoria de Mari Froner, a exposição percorre a cidade através das lendas que povoam e formam o seu imaginário. “Torres Malditas”, “Lágrimas de Obirici”, “Crimes da rua do Arvoredo” e “Maria Degolada” são algumas dessas histórias que a historiadora Me. Marli Rejane D’Avila Pereira investigou e que hoje fazem parte do patrimônio imaterial de Porto Alegre.

Gente da Cidade
40 retratos do fotógrafo Gilberto Perin homenageiam a dedicação de quem torna Porto Alegre um lugar melhor para se viver. São retratos realizados nos últimos anos, com pessoas das áreas de arte e entretenimento.

Museu Militar do Comando Militar do Sul – MMCMS (Rua dos Andradas, 630 – Centro Histórico)
19h – Visita guiada

Visitação
O acervo permanente conta com diversos blindados, material bélico e equipamentos ligados às armas, quadros e serviços do Exército Brasileiro.

Palácio Piratini (Praça Mal. Deodoro, s/n° – Centro Histórico)
19h – Visita guiada

Visitação
Na semana em que comemora 102 anos, o Palácio Piratini abre suas portas durante o Noite dos Museus. Os visitantes poderão contemplar a Ala Governamental, que inclui os dois principais salões, Alberto Pasqualini e Negrinho do Pastoreio, com pinturas de Locatelli e outras peças do acervo histórico do Piratini.

Pinacoteca Ruben Berta (Rua Duque de Caxias, 973 – Centro Histórico) 
19h – Visita guiada
19h15 – Flamenco Imaginário (dança infantil) – com audiodescrição
20h – Alma Lusitana (música portuguesa)
20h45 – InDuo – Luizinho Santos e Bethy Krieger (instrumental)
21h30 – Sexteto Gaúcho (instrumental)
22h15 – Marcello Caminha + Mathias 7 Cordas (instrumental)
23h – Sérgio Rojas (regional)

Exposição
Pinacoteca Ruben Berta – O ponto fixo
Com curadoria de José Francisco Alves, a mostra reúne trabalhos que retratam situações e lugares específicos, ou seja, paisagens representando situações e locais reais ou imaginários, alguns dos quais se valem de índices cartográficos, bem como de condições congêneres.

Planetário Professor José Baptista Pereira, da UFRGS (Av. Ipiranga, 2000 – Santana) 
19h – Visita guiada
19h15 – Fabiano Nasi (rock)
20h – Fantomaticos (rock)
20h45 – Solon Fishbone (blues)
21h30 – Wolftrucker (rock)
22h15 – Hit The Noise (rock)
23h – Loops On (eletrônico)

Exposição
Supernova
Com curadoria de Luana Cruz, a exposição fala sobre a explosão criativa do descobrir-se artista e desvendar na arte-universo novos caminhos.

Theatro São Pedro (Praça Mal. Deodoro, S/N – Centro Histórico)
19h – Visita guiada
19h – Choros de Balcão (instrumental)
21h45 – Pâmela Amaro (samba)
22h30 – Trio Laitano, Narcizo & Petracco (música popular)

Visitação
Memorial do Theatro São Pedro
A exposição apresenta o início da história do Theatro São Pedro, em meados de 1800, os primeiros anos de vida da instituição, passando pela reconstrução da edificação do teatro até os acontecimentos mais recentes.

Palco na Praça da Alfândega
19h – Avisem a Shana que Sábado vai Chover (bloco)
19h45 – Inquilinas (música popular)
20h30 – Nenung & Cia Mágica (pop urbano)
21h15 – Hard Blues Trio (rock)
21h45 – Flor Et (pop urbano)
22h45 – Atração surpresa
0h – Trabalhos Espaciais Manuais (instrumental)

Palco na Av. Sepúlveda
19h15 – Cardamomo (instrumental)
20h – Ianaê Régia (pop urbano)
20h45 – El Negro (rock)
21h30 – Laura Finocchiaro (pop rock)
22h15 – Izmália (rock)
23h – Sombrero Luminoso (rock)
23h45 – Negra Jaque (hip hop)
0h30 – Blues da Casa Torta (blues)

 

Informações via assessoria de imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Passageira

A Passageira

Andressa Griffante é Jornalista, especialista em Marketing de Conteúdo e Influência, e uma viajante apaixonada por arte, história e cultura. Acredita que os lugares e as pessoas tem muito para nos ensinar, e que nem sempre precisamos ir longe para aprender com o mundo.

Que valoriza a liberdade de viajar sozinha e o aprendizado de se perder de vez em quando. Gosta de planejar cada passo de uma viagem com antecedência, mas às vezes se joga numa trip de última hora. Quer aproveitar a vida ao máximo e compartilhar seus caminhos, afinal, estamos todos aqui de passagem…