Melhores passeios em El Calafate, na Patagônia Argentina

Compartilhe esta página
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on whatsapp
Share on telegram

A cidade do parque nacional dos glaciares, El Calafate, foi uma grata surpresa logo no início do meu roteiro pela Patagônia Argentina. Pequena, mas bem planejada para receber os turistas de todos os cantos do mundo que chegam para conhecer os famosos glaciares – especialmente o mais famoso deles, Perito Moreno.

Minha rota para a região Sul do país vizinho começou no início de setembro, por El Calafate, onde fiquei por 3 dias, antes de seguir para Ushuaia. Se soubesse que iria me apaixonar tanto pela cidade, teria ficado mais uns 2 dias por lá. Fica a dica pra caso você tenha mais tempo para a viagem!

Saí de Porto Alegre, com uma conexão e troca de aeroportos em Buenos Aires. Aproveitei para trocar o dinheiro na casa de cambio do aeroporto de Ezeiza (a melhor cotação). Na capital argentina encontrei meu primo, que voou de São Paulo pra lá e seguimos juntos na viagem pela Patagônia.

Depois de aproximadamente 3 horas e 20 minutos  de voo de Buenos Aires a El Calafate, começamos a avistar de cima a cidade. E o encantamento já começou pela janela do avião. Ver as montanhas branquinhas de neve e os rios, os bosques… uma paisagem tão diferente daquela em que estamos acostumados no Brasil!

vistaaviao
A vista do avião!

Depois, ao pousar, a arquitetura acolhedora do aeroporto de El Calafate também contribuiu pra experiência positiva desde a chegada na cidade. As paredes todas em pedras, num estilo rústico e ao mesmo tempo bem organizado. Nosso transfer (contratado com a agência Brasileiros em Ushuaia num pacote com diversos passeios nas cidades de El Calafate e Ushuaia) já estava nos aguardando e de lá saímos rumo ao nosso hotel, com mais alguns viajantes.

O hotel foi outra grande satisfação! (Sério, nesse dia foi uma empolgação atrás da outra). Recomendo muito o ACA Hotel. Maravilhosa localização, a uma quadra da avenida principal, infraestrutura novinha, muito limpo, ótimo café da manhã e restaurante, e o melhor de tudo: ótimo custo-benefício.

Hotel ACA, em El Calafate. Ótimo custo-benefício!
Hotel ACA, em El Calafate. Ótimo custo-benefício!

Como no dia de chegada ainda estávamos meio cansados da viagem, reservamos este dia como “livre”, sem agendar nenhum passeio. E assim, preferimos sair pela cidade desbravando seu Centro e, principalmente, o Lago Argentino, um enorme espelho d’água que contorna boa parte da cidade, e que é o maior lago do país. É nele também onde desaguam as geleiras Upsala, Spegazzini, Perito Moreno, Mayo e Onelli. Os dois primeiros blocos de gelo conhecemos no dia seguinte, no passeio Rios de Hielo. E o terceiro aqui citado, Perito Moreno, conhecemos no terceiro e último dia na cidade.

Meu roteiro de 3 dias em El Calafate:

Laguna Nimez (1º dia)

No nosso passeio explorando a pé a cidade, chegamos até a Laguna Nimez – uma reserva natural em que temos acesso à laguna que dá nome ao local, além do Lago Argentino e uma laguna menor, chamada Secundária. A entrada é paga (AR430, cerca de 32 reais. Achei meio salgado pro que oferece…).

Percorremos o terreno seguindo uma trilha e com folders que contém informações numeradas e assim vamos interpretando cada ponto marcado ao longo do caminho. É uma visitação tranquila de se fazer por conta própria.

Esta reserva contém alta concentração de vida silvestre, diversidade de aves e plantas nativas e é uma área importante para a conservação das aves da região. Localizada cerca de 1km de centro comercial de El Calafate, é possível avistar neste ambiente flamingos, gansos selvagens, cisnes de pescoço preto, patos, e muitas outras espécies de fauna e flora. No local venta bastante e faz muito frio! Foi preciso cobrir a cabeça com a touca do casaco e cobrir bem as orelhas!

Algumas imagens do passeio:

Ríos de Hielo (2º dia)

Um dos passeios mais surpreendentes da viagem! Curiosamente esse não é um dos roteiros mais contratados por lá. Como a maioria dos turistas só ouve falar do Perito Moreno, acaba desconhecendo estes outros importantes (e imponentes!) glaciares, como Upsala e Spegazzini.

Navegar pertinho dos glaciares é se sentir pequena no mundo, só uma parte de uma imensidão de beleza natural!

Durante o passeio Ríos de Hielo, passeamos de catamarã pelo Lago Argentino e seus braços, que dão acesso aos glaciares Upsala e Spegazzini. O Upsala é o maior e mais largo do parque Nacional de Los Glaciares. O Spegazzini é o mais alto (o equivalente a um prédio de 43 andares).

Pra você saber mais: Glaciares são massas de gelo em movimento. Essas formações só acontecem em águas doces! Os icebergs que vemos ao longo do Lago Argentino são desprendimentos destes enormes glaciares.

????O ingresso ao parque custa AR800 (indo dois dias seguidos a entrada do segundo dia custa metade deste valor). O valor do passeio custou R$640 (pela agência Brasileiros em Ushuaia).⏰ Duração da navegação: 5 horas.

OUTRA DICA! Neste passeio paguei mais pra acessar a parte superior do catamarã. Uma espécie de camarote ou área vip. Custou aproximadamente AR 2.300. O dinheiro mais bem investido da viagem! O andar de baixo ficou lotado e ficava muito ruim de conseguir um espacinho pra fotos. Outra vantagem foram os guias disponíveis o tempo todo, o cardápio exclusivo (serviram almoço e petiscos, além do OPEN BAR). Pra quem levanta cedo do hotel e vai encarar as 5 horas de passeio (sem contar as horas até chegar ao local e o tempo de fila) e o vento gelado no rosto quase o tempo todo na área externa do barco, naaaada melhor do que ter à sua disposição um café quentinho ou mesmo um vinho argentino! Degustar um malbec com a vista pros glaciares foi daqueles poucos momentos que ficarão pra sempre na minha memória!

Curte as fotos dessa expedição pelos glaciares:

Glaciar Perito Moreno – Mini Trekking (3º dia)

Já imaginou andar por cima de um dos maiores glaciares da Patagônia Argentina? Esse é um dos passeios que fiz em El Calafate e que recomendo muito! Especialmente pra quem gosta de se exercitar e de se aventurar. Não precisa ter experiência em trekking pra realizar a atividade. Mas é importante roupas maleáveis, térmicas e impermeáveis. No local colocamos os grampones e capacete, recebemos as instruções e então seguimos com os guias – todos muito simpáticos e atenciosos!

A caminhada em cima do Perito Moreno dura 1 hora e meia, mas todo o passeio acaba levando o dia todo. Desde a saída do hotel, até a entrada no Parque Nacional Los Glaciares, até a travessia de barco ao local de onde partimos pro trekking, tudo isso leva ao menos 2 horas.

Depois do trekking tem a volta de barco e novamente van até o outro lado do Glaciar, onde estão as passarelas mais conhecidas do parque e que nos deixam pertinho do famoso glaciar. O circuito pelas passarelas dura ao menos 1 hora. ⏰A saída do hotel em El Calafate foi por volta das 8h e a chegada de volta em El Calafate pelas 17h.

????Paguei pelo passeio (mini trekking) cerca de 600 reais (com a agência Brasileiros em Ushuaia, mas os valores podem variar conforme temporada), mais AR400 (30 reais) de entrada no parque. Obs.: A entrada no parque custa AR800, mas indo dois dias seguidos o segundo dia sai pela metade do valor, o que foi meu caso.

Um pouco do registro desse passeio que foi um verdadeiro sonho realizado:


E aí, o que achou do roteiro?! Está planejando uma viagem pra Patagônia Argentina? Escreve pra mim que tenho várias dicas!! Ou comenta aí embaixo!

Bjos e até o próximo destino, 
Andressa