Verão em POA: 5 rotas para pedalar na capital gaúcha 

 

Em Porto Alegre, o número de deslocamentos com bicicletas compartilhadas registrou um crescimento de 54% durante janeiro de 2023, em comparação com o mesmo período do ano passado. De olho neste hábito, a empresa líder de micromobilidade na América Latina, Tembici, decidiu aproveitar o momento para elencar dicas dos melhores roteiros para passar o verão na capital gaúcha pedalando. 

O crescimento da micromobilidade por meio do uso de bikes contribui para uma sociedade mais saudável e com melhor qualidade de vida, além de gerar ganhos fundamentais para o meio ambiente. Até o momento, as viagens com as bikes compartilhadas de Porto Alegre, durante 2023, economizaram potencialmente mais de 40 toneladas de CO2, o equivalente ao oxigênio limpo produzido por mais de 287 árvores – enquanto os deslocamentos representam um total de 20 voltas na Terra”, afirma Gabriel Reginato, diretor de negócios da Tembici.

Onde pedalar em Porto Alegre: 

ORLA COMPLETA 

Trajeto mais tradicional nos passeios de rua por Porto Alegre, a rota que vai do Gasômetro até o Iberê é o passeio ideal para quem deseja pedalar curtindo uma paisagem incrível, mas não abre mão da comodidade de contar com opções de lazer nas proximidades. Com diversas opções de entretenimento, a rota passa pela região do centro histórico e chega até o Pontal, onde se encontra diretamente com o Barra Shopping.

ROTA DAS PRAÇAS 

Com estações disponíveis por todo o trajeto, a rota das praças passa pelos principais cartões-postais de Porto Alegre, incluindo o Mercado Público, Praça da República, Praça Brigadeiro Sampaio, Largo dos Açorianos, Parque Farroupilha e Parcão. Esse trajeto é todo conectado por ciclovias, que assim como a rota da Orla, contam com toda a infraestrutura necessária para tornar o passeio ainda mais agradável.

AVENIDA BORGES DE MEDEIROS 

Cruzando a capital gaúcha de Norte a Sul, a Borges de Medeiros é a principal avenida da cidade e conta com uma série de prédios históricos que embelezam todo o caminho. O ponto alto fica por conta do cruzamento da avenida com o icônico viaduto Otávio Rocha, um dos pontos mais charmosos e diferenciados da cidade de Porto Alegre.

ORLA DO GUAÍBA 

Quer ver o pôr do sol em um lugar com bastante espaço tanto para quem está pedalando quanto para quem está caminhando? Então, a Orla do Guaíba é um ponto que não pode faltar no seu trajeto que conta com praças, espaços de arte e quadras esportivas.

CENTRO 

No Centro da cidade existem vários trechos ótimos para o pedal, inclusive com ciclovias pela região. As Avenidas Goethe, Aureliano de Figueiredo Pinto e Ipiranga são as principais, garantindo que os estudantes possam optar pelo transporte alternativo para chegar à PUC-RS. Mais do que isso, algumas indicações turísticas também podem ser acessadas por essas ciclovias e pelas proximidades, como a Ponte da Azenha. O local histórico, na esquina da Avenida da Azenha com a Avenida Ipiranga, foi palco do primeiro combate da Revolução Farroupilha em 1835.

 

 


Informações via assessoria de imprensa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Passageira

A Passageira

Andressa Griffante é Jornalista, especialista em Marketing de Conteúdo e Influência, e uma viajante apaixonada por arte, história e cultura. Acredita que os lugares e as pessoas tem muito para nos ensinar, e que nem sempre precisamos ir longe para aprender com o mundo.

Que valoriza a liberdade de viajar sozinha e o aprendizado de se perder de vez em quando. Gosta de planejar cada passo de uma viagem com antecedência, mas às vezes se joga numa trip de última hora. Quer aproveitar a vida ao máximo e compartilhar seus caminhos, afinal, estamos todos aqui de passagem…